Investigadores criam método de detetar droga feita com fármacos e produtos de limpeza – Correio da Manhã

Investigadores do Porto coordenam um grupo de investigação internacional que criou métodos para auxiliar os médicos e as forças de segurança a detetar um tipo de droga que pode ser produzida em casa, com medicamentos e produtos de limpeza.

Para a criação destes métodos, que permitem detetar a droga, designada por “krokodil”, no sangue, na urina e nos órgãos dos … Read the rest of this story

Investigadores do Porto coordenam um grupo de investigação internacional que criou métodos para auxiliar os médicos e as forças de segurança a detetar um tipo de droga que pode ser produzida em casa, com medicamentos e produtos de limpeza.

Para a criação destes métodos, que permitem detetar a droga, designada por “krokodil”, no sangue, na urina e nos órgãos dos usuários, os investigadores analisaram os efeitos aditivos e tóxicos associados à desomorfina, um estupefaciente presente nessa substância, explicou à Lusa o investigador (more…)

Investigadores portugueses pioneiros no ataque à “krokodil” – Público – Público.pt

É coordenada por investigadores portugueses a única equipa que já desenvolveu métodos laboratoriais para analisar a “krokodil” e detectar a sua presença no sangue e na urina. Esta droga, altamente destrutiva, tem como principal componente psicoactivo o opióide semi-sintético desomorfina. Foi detectada há uma década na Rússia. Em Portugal, o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências … Read the rest of this story

É coordenada por investigadores portugueses a única equipa que já desenvolveu métodos laboratoriais para analisar a “krokodil” e detectar a sua presença no sangue e na urina. Esta droga, altamente destrutiva, tem como principal componente psicoactivo o opióide semi-sintético desomorfina. Foi detectada há uma década na Rússia. Em Portugal, o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) só tem registo de um caso de consumo até agora.

“Esta é a mais recente droga de abuso que está a alarmar (more…)

Investigadores portugueses pioneiros no ataque à “krokodil” – Público.pt

É coordenada por investigadores portugueses a única equipa que já desenvolveu métodos laboratoriais para analisar a “krokodil” e detectar a sua presença no sangue e na urina. Esta droga, altamente destrutiva, tem como principal componente psicoactivo o opióide semi-sintético desomorfina. Foi detectada há uma década na Rússia. Em Portugal, o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências … Read the rest of this story

É coordenada por investigadores portugueses a única equipa que já desenvolveu métodos laboratoriais para analisar a “krokodil” e detectar a sua presença no sangue e na urina. Esta droga, altamente destrutiva, tem como principal componente psicoactivo o opióide semi-sintético desomorfina. Foi detectada há uma década na Rússia. Em Portugal, o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) só tem registo de um caso de consumo até agora.

“Esta é a mais recente droga de abuso que está a alarmar (more…)